Arte Folclórica

O povo chinês adora animação e o Ano Novo Chinês e outros festivais tradicionais celebrações especiais e alegres.

Folclore da China

O povo chinês adora animação e o Ano Novo Chinês e outros festivais tradicionais celebrações especiais e alegres. Apesar da pesada influência da cultura ocidental na cada vez mais cosmopolita República da China em Taiwan, os vários costumes e atividades que acompanham as tradicionais festas e celebrações ainda são observados com entusiasmo. Muitos destes costumes e apresentações folclóricas estão incorporadas nas celebrações festivas e têm sido passados de geração para geração. Os mais comuns talvez sejam a dança do dragão e a dança do leão. Crianças que crescem em Taiwan, mesmo aquelas que ainda não deram seu primeiro passo, já devem ter visto uma destas apresentações nos ombros dos pais ou através da televisão em casa.

Os chineses reverenciam o dragão, que simboliza o poder, a dignidade e a prosperidade. A dança do dragão já era popular na dinastia Sung (960-1279 a.C.) e continua sendo até agora. A máscara e o corpo do dragão usadas na dança podem ser dourados, verdes, multicoloridos, e avermelhados (vermelho-fogo). A dança pode ser representada durante o dia ou à noite. Se for apresentada à noite geralmente será precedida por alguém carregando uma tocha ardente para iluminar a procissão. O comprimento do dragão varia entre nove a vinte e quatro partes, cada parte medindo entre um metro e meio a dois metros. A Companhia de Dança do Dragão das Três Forças (Exército-Marinha-Aeronáutica) forma um dragão gigante medindo cerca de 120 metros, e carrega a cabeça e o corpo de um ladrão pesando acima de cem quilos. O corpo do dragão é dourado cintilante e é carregado por mais de cem vigorosos membros da companhia de artistas. Em cada feriado nacional a dança do dragão faz uma apresentação que é digna de ser assistida. A procissão move-se com a força de uma onda e é uma representação viva de um dragão celestial.

A dança de um leão também tem uma longa história entre as pessoas. Devido ao pequeno número de pessoas necessários à dança, e da cabeça e corpo do leão serem de fácil confecção e exigir apenas um pequeno espaço, a apresentação da dança do leão pode ser vista em qualquer lugar no Ano Novo Chinês e outras atividades festivas. O leão é geralmente controlado por duas pessoas: uma para manipular a cabeça e a outra para cuidar do rabo. Às vezes uma terceira pessoa, carregando um arranjo de flores de seda, ou usando uma máscara de Buda sorridente e segurando um leque feito de folha de bananeira vai à frente, colocando o leão em movimento e aumentando a atmosfera alegre e festiva.

Há inúmeros tipos de apresentações folclóricas festivas, como “andar em um barco na terra”, “caminhar com pernas-de-pau”, “carregar um jovem nas costas”, “a dança do espírito de molusco”, e assim por diante. O barco usado na apresentação “andar de barco na terra” é geralmente feito de bambu entrelaçado coberto com pano ou papel colorido. O barco não tem fundo e, um homem vestido com uma jovem passageira carrega o barco, enquanto outro representa o papel de remador. Os movimentos dos remos e das varas e as interações entre os personagens resultam em uma apresentação alegre e divertida.

Duas estacas de madeira com apoio para os pés são usadas no “caminhar com pernas-de-pau”. As estacas acrescentam de 30cm a 50cm à altura do artista. Ele “dança” de acordo com diferentes melodias ou canções de ópera. Andar com pernas-de-pau não é apenas uma arte folclórica e uma arte musical local, mas sim um grande divertimento do ar livre.

Em “carregar um jovem nas costas”, uma jovem pega um manequim de madeira de uma pessoa velha, da cabeça à cintura, e o amarra na parte da frente de seu corpo, dando a impressão que uma pessoa velha a está carregando nas costas. Esta apresentação de duas pessoas em uma é executada como uma pantomina burlesca. Na dança do espírito do molusco, uma jovem veste-se com uma concha tecida com tiras de bambu. Em um ato, o espírito do molusco abre e fecha a sua concha em resposta a um pescador que lança e puxa a sua rede, mas que não pega nada apesar de seus esforços. Em outro ato uma narceja tenta bicar a carne do molusco para comer, mas acaba ficando com o bico preso na concha. Esta apresentação inevitavelmente recebe convulsivas risadas e aplausos do público.

Os populares jogos folclóricos chineses que datam de milhares de anos, tais como jogar “diabolo”, peteca, pular corda e girar topos, desafiam e encantam as crianças ainda hoje. O “diabolo” é um brinquedo oco, como o formato de um haltere que é manipulado em um barbante amarrado a dois bastões que são segurados pelas mãos. O “diabolo” gira à medida que é trabalhado de lado a lado e pode ser arremessado no ar e recolhido novamente enquanto gira. Quando o “diabolo” é girado com muita velocidade, ele emite um zunido. Conseguir produzir e manter o ato de girar dão à pessoa muito prazer e satisfação. O iniciante primeiro aprende a fazer o zunido enquanto gira e então avança vagarosamente para os truques mais complexos e variados. A prática da manipulação do “diabolo” ensina a disciplina física e espiritual e pode ajudar a moldar a personalidade. É um jogo que pode ser praticado por iniciantes e jogadores com experiência desde a tenra idade até a idade avançada. A sua adaptabilidade e encanto o tem tornado extremamente popular durante milênios até hoje.

O jogo do chute de peteca é outro jogo folclórico popular que é singular na China. É divertido jogar e é um exercício físico vigoroso. Precisa-se apenas de uma área pequena para chutar a peteca, de forma que pode ser jogado em qualquer lugar e a qualquer hora. Há incontáveis variações de estilo e métodos de chutar, alguns dos quais incluem chutar a peteca para frente e para trás entre duas pessoas. Aqueles que atingem um alto nível de domínio conseguem fazer apresentações. O desafio de aumentar os níveis de dificuldades do chute de peteca o tornou um esporte popular entre as crianças chinesas.

Pular corda é um excelente exercício para todas as partes do corpo. Pode-se pular sozinho, em duplas ou com várias pessoas juntas. Há todos os tipos de elaboradas variações em pular corda, mas todas elas partilham as mesmas exigências de concentração e coordenação entre os participantes. Pular corda é uma atividade popular para crianças em reuniões ao ar livre.

Girar é outra parte indispensável da vida dos jogos da criança chinesa. O tamanho dos topos vai de miniatura a gigante e pode ser feito de madeira, metal ou plástico. Embora este jogo seja geralmente limitado ao âmbito dos jogos infantis, há aulas para adultos na cidade de Ta Hsi, no distrito de Taoyuan – Taiwan. Os topos utilizados nessas aulas, contudo, são feitos de madeira e chegam a pesar 50 quilos cada! Quando um desses topos profissionais é girado, é uma coisa magnífica e excitante de se ver. Com o estímulo e o apoio do governo, jogos, apresentações e costumes como estes foram trazidos para o século XX na República da China. Informações detalhadas sobre sua história, desenvolvimento, materiais técnicos, apresentações, etc., estão amplamente disponíveis em centros culturais, livrarias e lojas de artesanato em toda a ilha em fitas de vídeos e livros. Estudantes do curso primário geralmente experimentam suas habilidades na confecção de equipamentos utilizados nessas variadas artes folclóricas sob a supervisão de um instrutor experiente. Desta forma, estes antigos tesouros culturais continuam vitais e novos e parte da vida contemporânea de forma que possam continuar a enriquecer a vida do povo da China durante as gerações vindouras.

Fonte: www.sinonet.com.br

2 Respostas para “Arte Folclórica”

  1. Wavatar
    Jorge Pedroso de Lima 11 de agosto de 2016 as 23:50

    Aqui onde moro em Barra do Piraí, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, através do Intelsat 205, assisto a CCTV, através de cinco canais, espanhol, francês, inglês e mandarim, mas gostaria de assistir também em português. Há possibilidade de receber vossas transmissões também em português?
    Obrigado e espero ver atendido meu pedido…

  2. Wavatar
    Isabella 19 de agosto de 2016 as 5:48

    Esse texto é ótimo muito inportante e muito interessante legal ☺

Deixe um comentário